sexta-feira, março 09, 2007

Memória

Sonhos de quem de sonhos morre

Faces de púrpura pinceladas

Águas de um rio que não move

Folhas de um século abandonadas

Quimeras que minh’alma teme

Fogos que por arder ficaram

Mágoas da liberdade que ainda treme

Percursos que não principiaram

Ventos de um norte que a sul fica

Olhos de um cego que ainda vê

Chagas de um espinho que não pica

Rezas de um crente que não crê

Destinos que custam a cumprir

Unhas de um membro amputado

Cálculos que ameaçam ruir

Filhos de um pai desesperado

Meses que em vão existem

Vidas findas por rebeldia

Sóis que ao frio persistem

Batalhas ganhas por covardia

Tumores nunca dilacerados

Alvos negros de tão gastos

Cabelos numa mão enclausurados

Rumos ínfimos de tão vastos

Crianças perdidas no tempo

Lábios da cor dos desejos

Sorrisos alegres de sofrimento

Balas que sabem a beijos

Erros de dor mutilados

Destinos volantes perdidos

Deuses por homens criados

Homens de deuses nascidos

7 comentários:

david santos disse...

Olá, Linda!
Tens aqui um bom sítio para se estar a ler poesia e logo da que eu mais gosto. Com muita profundidade.
Parabéns e bom fim-de-semana

Conceição Bernardino disse...

Avancemos com o amor

avancemos com o amor
porque a partir de hoje
esquecemos tudo o que
nos soa a duvidoso
valor estendemos nas
mãos o tecido das nossas
trocas amor vem comigo
retomar o caminho em
que nos soltámos um dia
em passeios pela
alma

Poema da autora “Marita Ferreira” do livro “Múltiplos de ti”

Vale apena reflectir neste poema está cheio de verdade
Beijinhos
ConceiçãoB
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

Selma disse...

Olá linda,
Nunca tinha vindo a este teu blog, estou encantada, escreves mt bem.
Parabéns.
Grande Beijo.

Alexandre disse...

«Sonhos de quem de sonhos morre
Faces de púrpura pinceladas
Águas de um rio que não move
Folhas de um século abandonadas»

Bom, da outra vez não cheguei a comentar este post mas o poema «ficou-me» na cabeça, tanto que tive que cá voltar!!!

Relevei aqueles versos que transcrevi mas bem podiam ter relevado o poema todo... está lindo!!! Tenho curiosidade em ver outras coisas que escreves!

Beijinhos!!! E bom fim-de-semana!!!

code disse...

Fantástico!

DE-PROPOSITO disse...

Olá.
Só agradecer a tua visita.
Com mais 'serenidade' apreciarei a tua poesia.
Fica bem.
Felicidades.
Um beijinho para ti.
Manuel
deproposito@sapo.pt

Moinante disse...

Adorei o poema , como também tudo o que por aqui li .

Grato pela visita e pelas palavras simpáticas .

Beijos de amizade e continuação de um bom domingo .