segunda-feira, fevereiro 06, 2006

Karika

Se o coração teimar em apertar,

Se as lágrimas cederem ao sofrimento,

Se os espinhos ferirem demais;

Se as asas não tiverem força para voar;

Se os sonhos permanecerem irreais;

Se as mágoas falarem mais alto do que as boas recordações;

Se o mundo ingrato virar as costas;

Se as mãos tremerem quando delas precisares;

Se o sol não aquecer o teu sorriso de menina que se fez mulher à força;

Se faltar um abraço que apague as amarguras do dia;

Se a insónia resistir à vontade de dormir;

Se não houver vontade de enfrentar a luz do dia…

(Mostraste-me que a distância não é barreira para a amizade… porque às vezes está mais longe de nós quem está mais perto…e quando o sol se apaga surges tu, com as palavras que mais ninguém sabe dizer…quantas vezes as esgotámos em sessões de confidências…quantas gargalhadas…quantos abraços…quantos sonhos partilhados…e o sol aquece mais quando nos sentimos compreendidas…)





E se a noite cair sobre a tua alma, espero poder acender uma luz que dilacere a escuridão…

2 comentários:

dezperada disse...

este diz.me tanto... está guardado aki no cofre mais especial do meu coraçao..

Conceição Bernardino disse...

Olá,
“A paciência tem mais poder do que a força”. Não meça um ser humano pelo seu poder político e financeiro. Meça-o pela grandeza dos seus sonhos e pela paciência em os executar.
Frase de Plutarco,


ConceiçãoB
Uma boa semana
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com